(941) 412-5414 info@hothouseoftruth.com

RAÍZES DA REBELIÃO


Resistência é rebelião, contenta é rebelião, desobediência é rebelião. A carne está em rebelião contra o Espírito. A Bíblia diz que a carne é inimiga do Espírito. A mente carnal é um inimigo contra o Espírito. A mente carnal está em REBELIÃO contra o Espírito. Qualquer coisa que provém da carne, ou seja, da mente carnal, é contrária à vontade de Deus!

“Porque a mentalidade carnal é morte; mas a mentalidade espiritual é vida e paz. Porquanto, a mentalidade carnal é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem de fato, pode ser.” Romanos 8:6,7

A árvore do conhecimento do bem e do mal foi o início da carnalidade para o mundo. O início da rebelião foi quando satanás virou as costas para Deus e quis ser como Deus. A rebelião sentou no jardim perto de Adão e Eva, árvore da morte, a árvore da rebelião que opera contra Deus e se opõe à árvore da vida. Satanás os seduziu com o mesmo desejo malígno de ser como Deus. Não apenas ser como Deus, mas de ser o Deus deles mesmos. Eles comeram aquilo que gerava inimizada contra Deus, a árvore que gera morte, separação de Deus. Portanto, ter uma mente carnal significa morte – estar morto.

Quando Adão e Eva comeram daquela árvore, agiram em rebelião porque já havia uma ordem para não comer dela; e o fruto dessa rebelião foi a separação de Deus, uma vez que, eles comeram daquele conhecimento, ou seja, o conhecimento do mundo. A semente do fruto que eles comeram foi a rebelião. Este foi o motivo pelo qual Deus teve que separá-los de Si, porque a rebelião já fazia parte deles e, apesar de ser uma pequena semente, já era um ponto de apoio para satanás operar neles.

Qualquer coisa que pensamos, fazemos, desejamos e pretendemos provém desta árvore, do mundo, e é rebelião contra Deus. Esta é a árvore da carnalidade e habita na forma com que pensamos, fazemos, pretendemos e desejamos. As áreas em nós que não foram crucificadas, que ainda não foram regeneradas pelo lavar das águas da Palavra são áreas que ainda contêm rebelião contra Deus. Qualquer concordância com qualquer mentalidade, desejo ou intenção é um acordo negativo contra Ele.

Ser amigo do Mundo é ser inimigo de Deus. Qualquer coisa mundana em nós é nosso inimigo. Qualquer religiosidade em nós é nosso inimigo. Religião é o mundo disfarçado da Palavra, ou seja, o mundo disfarçado do Espírito. Isso é adivinhação. 

O inimigo vem como um mensageiro de luz, usando coisas que são verdadeiras, mas com várias intenções por de trás para enganar você. Usando coisas santas para levar-nos a acreditar e obedecer às coisas impuras e vans. Isso procede do espírito de rebelião, quanto à carne; esta já contradiz o Espírito automaticamente. De fato, qualquer concordância que tivermos com a carne, a qualquer momento, estaremos atuando em rebelião. Existe momento em que Deus nos concede graça por causa de ignorância, mas desde o momento em que a carne começa a se enraizar, ela passa a nos dominar, e a rebelião nos sufoca e domina. 

Portanto, nosso inimigo não é apenas a rebelião por si só, mas a raiz da rebelião: Os desejos da carne, cobiça dos olhos, orgulho da vida, os cuidados com as coisas deste mundo, carnalidade, falsa espiritualidade, o profano disfarçado de santo, formulas humanas, estratégias humanas, a vontade humana, a força humana, os desejos humanos, religião, teologia humana, ensinamentos humanos e doutrinas. Essas coisas estão em rebeldia contra o Espírito porque elas são produzidas da carne, logo, a carne milita contra o Espírito de Deus.

Quando as coisas espirituais da parte de Deus chegam a certas áreas de nossas vidas, onde ainda estamos atuando na carnalidade, nossos próprios pensamentos e formas irão continuar resistindo a Deus. Iremos resistir aos caminhos do Espírito porque os meios humanos estão na frente. Podemos não ser rebeldes em algumas áreas, mas somos em outras, pois somos rebeldes por termos nossas próprias formas e opiniões sobre aquela área em específico.

Não tente apenas cortar a rebelião dentro de você. Não tente apenas podar os frutos de resistência. Corte todas as coisas que fazem-no resistente; coisas estas que faz de você um rebelde – a natureza caída, a mentalidade carnal e resquício de religião. Até mesmo o que parece ser pequeno, se não for morto, irá crescer um dia.

Tudo o que Deus fala produz vida e paz. Mas quando a carne fala, ela vomita feitiçaria e confusão. Feitiçaria é o fruto da rebelião. Quando a feitiçaria está presente, rebelião também está. Se a rebelião está presente, a carnalidade está presente. Independente se a carnalidade se manifesta na mente ou no coração, a raiz da feitiçaria é rebelião, e a raiz da rebelião é carnalidade. Portanto, a raiz da feitiçaria traça todo o caminho de volta para a carnalidade. Quando a feitiçaria está presente, ou seja, coisas que se opoem a Deus, certamente, a carne também se faz presente.

Para alguém se livrar do domínio da feitiçaria é preciso abrir mão do que é carnal. Pois este está em conflito entre aquilo que é carnal e espiritual. Quando o que é espiritual está presente, o que é carnal se manifesta e inicia-se uma Guerra contra o Espírito, consequentemente, a confusão e o conflito vem.

Na igreja, não é preciso ser um bruxo para fazer feitiçaria. A carne, carnalidade, é a porta para os espíritos entrarem em nossas vidas. E assim, ao abrimos essa porta, os espíritos e poderes das trevas são atraídos para dentro. Quando estamos com nossos irmãos e irmãs e falamos na carne ou abrimos porta para a carnalidade, isso coloca feitiçaria neles, e a porta aberta terá que ser fechada mesmo não tendo sido por falta cometida por eles.

A carne é uma barreira para aqueles que andam segundo o Espírito. Quando a feitiçaria está presente, lá vem Deus para cortar as coisas que mantêm a porta aberta. Pois somos um corpo e somos um, portanto, podemos abrir a porta para feitiçaria mesmo na comunhão com os irmãos por contribuir com uma atmosfera, e o que está presente dentro de nós, seja bom ou ruím, produzirá aroma para aquela atmosfera. Por sermos espirituais, podemos sentir quando a carne está em evidência na vida dos irmãos e irmãs, e isso traz batalha espiritual pois é possível sentirmos o que está no ar.

A carne começa a feder depois de um tempo e aqueles que estão andando no Espírito podem sentir, então uma batalha é travada, porque nós queremos as coisas puras e dos céus para dominar a atmosfera. A carne que está no homem guerreia contra a presença de Deus no nosso meio, tentando trazer carniça para a atmosfera em que estamos. Deus resiste ao orgulhoso, e quando a feitiçaria está presente, Deus resiste em manifestar Sua Presença no meio de rebelião. A Guerra está dentro de nós. O que está em nós vai ditar a atmosfera ao nosso redor, como pensamentos opostos, e tudo aquilo que nos faz pensar nas coisas da terra ao invés das coisas dos céus. Desejos que tentam nos manipular para buscarmos as coisas profanas. Coisas que tentam nos tirar do foco de onde o Espírito está movendo. Isso é batalha espiritual. É rebelião, e tudo isso é feitiçaria.

Existem muitos bruxos na igreja que nem sabem que são. São aquelas pessoas que vivem de acordo com suas próprias vontades e carnalidades, e o inimigo quer usá-las como uma voz que irá destruir igrejas, famílias e amigos. Eles se achegam, mas não são levantados pelo Senhor; e tudo que não é enviado pelo Senhor é enviado por satanás. Tudo o que é dito e feito na carne, sendo proposital ou não, ainda assim provém de satanás pois ele usa isso para decepção, diversão e confusão.

Satanás e seus demônios virão semear carnalidade para que se abra a porta da feitiçaria, mas nós temos que resisti-lo, e quando o resistirmos, ele fugirá, e a feitiçaria sairá. Se ainda assim não nos submetermos a Deus, esta será a razão pela qual a feitiçaria continuará operante, pois enquanto a rebelião estiver presente, satanás terá legalidade para ficar presente. Nós podemos resistir a satanás todos os dias, mas ele tem legalidade para ficar devido à nossa falta de submissão a Deus –  é a nossa rebelião contra Deus.

Satanás pode até mesmo usar a verdade por motivo de feitiçaria e pode até mesmo usar a verdade para enganar. O Espírito pode está direcionando e agindo de uma forma, e ainda assim, satanás pode vir e fazer algo que não é ruim, não é errado, e até pode parecer com a verdade e com algo que Deus faria ou diria. Mas ainda assim será algo com o propósito de tirar o foco daquilo que Deus está focando e fazendo.

Assim como aquela mulher que disse para Paulo, “Este é o homem que prega o caminho da salvação”.  Apesar de ter sido algo verdadeiro sobre Paulo, ainda foi uma ação do inimigo, pois ele estava usando aquela garota para distrair Paulo. Alguns dias depois, Paulo expulsou o mesmo demônio que estava usando a verdade para o engano. Verdadeiro, mas com outras intenções! 

Então, e se todos falarem a verdade? O que de fato estará em jogo é se aqueles que estão falando da verdade, o faz por intermédio do Espírito da Verdade! Pois, o Espírito da Verdade falará da verdade no tempo e contexto daquilo que está no coração e na mente de Deus. Ainda assim, o inimigo irá utilizar das coisas que Deus já fez e disse com propósito de distrair as pessoas daquilo que Deus está dizendo e fazendo agora. 

Teste os espíritos, e você saberá se eles são de fato da parte do Espírito de Deus. Pois o Espírito Santo o fará saber se verdadeiramente são de Deus! Sem o discernimento de espírito, jamais saberá quando é Deus quem está atuando ou não. Satanás também conhece a Palavra, portanto, saber a palavra não é suficiente para você, o melhor é conhecer o autor da Palavra. Ou você também será enganado com a palavra.

Satanás engana as pessoas com a Palavra de Deus. Ele tentou fazer isso com Jesus durante 40 dias e 40 noites de constantes tentações. Ainda assim, eram apenas tentações. Aquelas tentações aparentavam ser algo de Deus, mas por trás era enganoso.

Tudo o que satanás faz é nos guiar para a rebelião. Qual foi o seu primeiro ato? O início do seu reino das trevas foi rebelar contra Deus. Por quê? Por querer ser Deus. Satanás tinha um desejo impuro, e aquele desejo impuro foi a semente da rebelião. Ao observar onde chegou, percebeu que aquela semente foi o ato de rebelião. Mas a rebelião já estava lá quando a luxúria entrou em seu coração. O orgulho já estava lá quando aquela semente brotou.

Antes que satanás pudesse ser adorado, ele desejou ser adorado. Antes de Corá rebelar no mundo natural, ele já havia rebelado no espiritual por desejar a posição de Moisés. Aquela semente de luxúria de Corá foi a semente da rebelião. Um ato carnal de Abraão gerou uma semente de rebelião em Ismael e aquela semente gerou uma grande religião, o Islamismo.

A carne é via para a rebelião. Nossa força, esforço, poder, nossas formas e pensamentos são tudo da carne e geram em nós sementes de rebelião que atraem feitiçaria não apenas na vida do nosso irmão, mas nas nossas também. Algumas pessoas não sabem que estão debaixo de feitiçaria porque a rebelião habita neles, e se a rebelião habita neles, significa que a carnalidade está neles. Toda vez que nos entretemos num pensamento carnal, estaremos nos entretendo naquilo que é rebelião contra Deus. Em consequência vem a feitiçaria.

Se você tem uma forma carnal de enxergar a graça de Deus, toda vez que ouvir a respeito da graça, ficará sujeito à feitiçaria pelo fato de ter esta linha carnal. Quando ouvir uma mensagem verdadeira da Graça de Deus, isso irá impactá-lo pois você tinha um outro entendimento dela, uma compreensão carnal, e ali vem Deus trazendo uma mensagem verdadeira com poder, nisso, haverá uma batalha. A mente carnal entrando em conflito contra o Espírito e o Espírito contra a carne. Qualquer parte da sua vida que estiver sujeito a uma compreensão ou desejo carnal, a feitiçaria estará presente naquela área da sua vida. 

Quando vamos a lugares ou fazemos coisas em que não fomos guiados por Deus, estamos debaixo de feitiçaria por não termos sido ordenados por Deus, por isso, demônios tem legalidade para entrar e atormentar pois estamos sem cobertura.

Sua única solução é se arrepender, e então, a feitiçaria irá finalizar. A feitiçaria irá parar porque a rebelião contra a Palavra de Deus também cessará. A rebelião é o motivo que permite o tormento em você. A pior coisa é quando você está convicto de que aquilo é palavra de Deus ou sua vontade, mas isso o leva a outro nível de engano pelo fato de apenas parecer com a palavra de Deus.

Quando o inimigo vir para nos esbofetear em batalha espiritual por qualquer outra situação, certamente iremos vencer pois não acharão nenhuma brecha em nós, então se prostarão a Deus. Mas se ainda houver carnalidade em nós, eles ganharão terreno.

Quando algo vem da parte do Espírito de Deus, tem poder para romper e permanecer no caminho que Deus o chamou. Mas quando é algo pelo espírito do homem, haverá apenas esforço com um terreno duro e sem fruto. Após o agricultor lavrar o solo, há frustação e feitiçaria pois o que vem do solo não gera fruto. Se ainda assim, você não dá fruto e continua achando que está em Deus, você ficará confuso, e o diabo irá trazer feitiçaria e bagunçar com você, pois tudo isso é rebelião, e rebelião tem um solo duro.

Rebelião é quando não queremos fazer algo do jeito de Deus, e queremos fazer do nosso próprio jeito. Rebelião para Deus é quando queremos fazer algo do nosso jeito. Pergunte a Saul. Ele recebeu a ordem de matar os amalequitas e todos os seus gados e despojos. Saul então foi para fazer, mas apenas matou os amalequitas sem matar o rei deles, os gados e despojos. Ele manteve os gados para agradar a seu povo. 

Leia l Samuel 15

Saul disse a Samuel que ele tinha obedecido à ordem do Senhor. Mas ele obedeceu da sua própria forma! Você também tem recebido algo de Deus e tem feito da sua própria forma? Ou tem sido da forma Dele? Tem andado no caminho de acordo com a Palavra à maneira de Deus ou da sua própria? Se é a sua versão, então é rebelião!

Então vimos que Saul se arrependeu perante Deus. Muitas vezes, nós vemos Saul arrependendo durante vários episódios de sua vida, mas um arrependimento que nunca gerou fruto. Ele arrependeu-se por não matar toda a nação dos amalequitas. Ele arrependeu-se e até mesmo chorou muitas vezes por tentar matar Davi.

Ainda assim, era aquela semente de rebelião que existia desde o início ao fim de sua vida, da qual ele nunca se livrou, a qual sempre anulou seu arrependimento. Esta foi a única semente que sempre o levou a andar em rebelião. Saul adorava ser visto pelos homens. Por causa disso, o Senhor nunca poderia ter controle total sobre ele. Porque toda aquela árvore de rebelião nele estava enraizada naquela única semente de luxúria para ser visto pelos homens.

A razão de você ser tão rebelde é porque ainda tem carnalidade em você. Há luxúria da carne em você. Deus disse a Saul: “Teimosia é como iniquidade e idolatria”. De dura cerviz, sem querer virar o pescoço para que nossos olhos vissem um caminho melhor. Ser teimoso é ser determinado em seus próprios caminhos, e quando estamos tão determinados em algo, nem mesmo Deus nos ajudará porque nos entregamos à nossa idolatria. Quem é o ídolo? É você! Você se adora porque se curva ao seu próprio caminho. Seus caminhos, sua luxúria, sua vontade, seu pensamento é o seu Deus. Portanto, você é o seu Deus. Isso é rebelião. Rebelião é quando escolhemos o eu em vez de Deus; quando nos idolatramos ao invés de olhar para Deus.

Se escolhermos a nós mesmos ou até mesmo se olharmos para nós de uma forma pequena, ainda é idolatria e é o começo da rebelião. Uma semente. É o começo para nos tornarmos nosso próprio Deus. O que parece uma luxúria insignificante se transforma em uma adoração significativa de si mesmo, indo em frente. Quando o diabo quis ser como Deus, parecia uma pequena área cinzenta, mas agora aquela semente se transformou em um reino inteiro que chamamos de mundo. Essa única semente levou o mundo inteiro à rebelião. Da primeira semente de Adão a um bebê recém-nascido, hoje existe aquela única semente que trouxe uma natureza decaída e um status de rebelião de nação em nação e de geração em geração. E uma besta de sete cabeças veio de uma semente.

Foi necessária uma semente em Saul, uma semente em Caim, uma semente em Coré, uma semente de Abraão, de uma semente em Satanás que levou milhões de pessoas à rebelião e criou reinos e nações de rebelião. Não tente se livrar da bruxaria, fruto da rebelião. Não tente se livrar da rebelião, livre-se das sementes da rebelião, que é a carnalidade. Carnalidade é a semente da rebelião porque o carnal está em inimizade com o espiritual. Livre-se da carne. Não mate o profeta, mate a carne. Quando você mata a carne, está matando a rebelião.

Por- Joe Pinto

MENSAGEM COMPLETA: https://youtu.be/qSl99e5LkfI

MENSAGEM EM INGLÊS: https://www.facebook.com/joe.pinto.904/posts/3950763284938435

BAIXE LIVROS GRÁTIS: https://www.hothouseoftruth.com/free-book-download/


Comments (0)


Add a Comment





Allowed tags: <b><i><br>Add a new comment: