(941) 412-5414 info@hothouseoftruth.com

A CONVICÇÃO DO HOMEM


Você é condenado por homens? Ou você é convencido pelo Espírito Santo? Você é condenado por religião? Ou é condenado pela multidão? A convicção não vem apenas pelo Espírito Santo. Os homens podem condená-lo. A polícia, os juízes, qualquer coisa ou qualquer pessoa podem nos condenar ou nos fazer sentir condenados. No entanto, a única convicção que importa é a convicção do Espírito Santo. Então, uma vez que estamos mortos para o mundo e para a lei, por que ainda submetemos e somos pegos pela condenação e convicção vinda através do mundo e da lei?

E, chegando Pedro à Antioquia, lhe resisti na cara, porque era repreensível. Porque, antes que alguns tivessem chegado da parte de Tiago, comia com os gentios; mas, depois que chegaram, se foi retirando e se apartou deles, temendo os que eram da circuncisão. E os outros judeus também dissimulavam com ele, de maneira que até Barnabé se deixou levar pela sua dissimulação. Mas, quando vi que não andavam bem e diretamente conforme a verdade do evangelho, disse a Pedro na presença de todos: Se tu, sendo judeu, vives como os gentios e não como judeu, por que obrigas os gentios a viverem como judeus? Nós somos judeus por natureza e não pecadores dentre os gentios. Sabendo que o homem não é justificado pelas obras da lei, mas pela fé em Jesus Cristo, temos também crido em Jesus Cristo, para sermos justificados pela fé de Cristo e não pelas obras da lei, porquanto pelas obras da lei nenhuma carne será justificada.” Gálatas 2:11-16

 

Pedro, um judeu, chamado do meio do judaísmo para o Reino, ordenado como um apóstolo pelo próprio Deus, submeteu-se aos da circuncisão. Barnabé, um apóstolo de Deus, viajando para todo os lados com Paulo, pregando no poder com sinais e maravilhas, também se submete aos crentes judeus. Mas Paulo, o fariseu dos fariseus, o assassino cristão, permaneceu forte contra todos eles. Foi necessário um fariseu de fariseus para mostrar que eles ainda estavam agindo como fariseus.

Pedro ficou feliz em cumprimentar Paulo e comer com os gentios. Barnabé ficou feliz em fazer o que vinha fazendo e sentar e ter comunhão com os gentios. No entanto, houve um momento em que isso mudou.  Eles agiram como se não tivessem nada a ver com os gentios. Eles agiram como se os gentios estivessem imundos novamente, quando isso não era o caso. O que aconteceu com eles? Eles começaram a se submeter à opinião dos crentes judeus, mas eles não estavam se submetendo a Deus. Eles se submeteram à convicção do homem. Os crentes judeus sentiram que não deveriam estar perto dos gentios, e que não deveriam pregar para eles.  Barnabé e Pedro não foram condenados por Deus por ficarem perto dos gentios, e Deus não os mandou ficar longe deles. A pressão veio dos próprios irmãos, da família, dos irmãos com quem eles estiveram antes, e daí eles voltaram à falsa narrativa para agradar às pessoas. Eles voltaram a retratar falsamente que eram da circuncisão. Veja bem, Pedro e Barnabé não foram condenados por Deus a se retirarem do meio dos judeus, eles foram condenados por homens. 

No entanto, a raíz já está revelada. A convicção deles não estava enraizada no Espírito que convence, mas enraizada em um espírito que se trata de agradar ao homem. No entanto, o mesmo acontece conosco hoje. Quando estamos perto de certas pessoas, mudamos.

Podemos estar dançando no Espírito, mas se uma pessoa religiosa que pensa que dançar não é de Deus se aproxima, paramos rapidamente. Rapidamente nos submetemos aos homens e à sua lei da vida. Onde está nossa liberdade em Cristo agora? Davi não parou de dançar, por que deveria? Davi estava orgulhoso de sua liberdade em Cristo. Esses homens e mulheres religiosos estão procurando espionar nossa liberdade em Cristo! O que significa ser livre em Cristo? Isso significa fazer o que você quiser? Não.

Significa que estamos livres de toda lei, lei nascida pelo homem, nascida de toda opinião do homem, lei do pecado e da morte e da árvore do conhecimento do bem e do mal. Ser livre significa não ficar mais preso à opinião mundial da moral e da justiça, significa que agora podemos deixar que a árvore da vida, o próprio Deus, seja nossa nova lei. Agora somos livres para deixar o próprio Deus nos dizer o que é certo e errado. Esta é a nossa liberdade em Cristo. Devemos ser convencidos por Deus e mais ninguém!

Então, como que quando pessoas religiosas aparecem, sua família, amigos ou outras pessoas aparecem, você muda de uma pessoa pra outra? Porque você pode não ser livre em Cristo.

A lei das pessoas é a árvore do conhecimento do bem e do mal. Quando você se submete a elas, está se submetendo novamente à árvore da morte. Você começa a desistir de toda a sua herança para agradar às pessoas. Você passa a se submeter às versões do certo e do errado escritas por homens. Deus diz que você está sendo seu próprio Deus, porque está agradando a si mesmo ao agradar às outras pessoas.

Mesmo quando alguém fala ou prega, nossa convicção ainda deve vir de Deus ou não seremos convencidos. Convicção convence. A convicção carrega poder e peso para nos ajudar a nos arrepender. Mesmo agora, você não pode simplesmente acreditar no que estou dizendo, apenas porque estou dizendo. Ao ouvir o que eu falo, você precisa ser convencido pelo Espírito Santo e, se não estiver sendo convencido nesse momento, deve ir diretamente a Deus buscando esta convicção. Isso é liberdade. Não é liberdade quando eu resisto a Deus. Isso é suicídio. No entanto, é liberdade quando ouvimos a Deus, porque a Bíblia diz que não precisamos que alguém nos ensine, mas Ele mesmo nos ensinará. 

Isso significa que não devemos ouvir mais ninguém? Não. Mas sim, não ouvir o homem falando da perspectiva do homem; porém quando o homem estiver falando de Deus, é melhor ouvir, prestar atenção. Deus não faz acepção de pessoas. Ele usou uma mula para falar. Precisamos procurar Deus no homem para ministrar a nós que somos homens.

Alguns dizem: "Eu tenho o Espírito Santo, então não preciso ouvir ninguém", mas se o Espírito não está convencendo você a ouvir as mensagens de Deus, então você não tem Deus. Então esse não é o Espírito Santo, porque isso vai contra a Palavra de Deus. Ele deu dons aos homens e esses dons são dados para alimentar os homens.

Convicção não é apenas para nos mostrar coisas ruins, mas também testificar da luz de Cristo. Para nos convencer quando ela brilha ou quando ela está se apagando. Se não sou condenado quando um mensageiro de Deus fala, eu examino meu coração. Quando algumas coisas estão em nosso coração, pode ser que nem consigamos receber a convicção do Espírito Santo. A isso é chamado de consciência cauterizada.

Quando tenho uma ofensa com um mensageiro de Deus, posso me impedir de ser convencido pelo Espirito quanto a minha própria injustiça. Se tenho desejos errados em meu coração, posso não obter esta convicção do Espirito, porque ouço apenas o que quero ouvir. Seja como for, posso não ser convencido pelo Espirito porque estou dizendo a Deus que quero ser alimentado de acordo com o que está em meu coração.

Aqueles que têm um coração puro O verão e serão levados ao arrependimento por Ele. Talvez o que estava no coração de Pedro fosse o fato de não estar disposto a perder sua reputação com os judeus, motivo pelo qual ele ficou sob a influência deles. O que está em nosso coração também ditará a influência que sofremos.

A questão não era sobre os judeus cristãos questionarem Pedro e Barnabé por estarem com os gentios. No entanto, a influência desses homens era tão forte que conseguiu que dois apóstolos se submetessem a eles. Quando certos homens aparecem, você muda? É você quem se retira e se ajusta às pessoas? O maior problema é quando chamamos de convicção o que sentimos no interior, mas, na verdade, mudamos por causa da influência dos homens.

Não podemos fazer as coisas porque nosso irmão ou irmã nos disse que devemos fazê-las. Caso contrário, faremos as coisas não porque estamos obedecendo a Deus, mas porque estamos obedecendo aos homens. E no final, pensamos que estamos fazendo a vontade de Deus, mas estamos simplesmente fazendo a  vontade do homem, agradando a homens. Podemos ouvir palavras de homens que são palavras de Deus, mas se Deus não nos convencer ou nos ajudar a entender essa palavra, nunca seremos transformados por Seu poder. E se o fizermos sem Sua convicção, nos tornaremos religiosos. A religião faz as coisas sem a convicção do Espirito.

Alguém de Deus pode estar pregando uma palavra sobre prosperidade, mas eu talvez nunca ande nos frutos desta Palavra porque nunca tenho a certeza por dentro se o que ouvimos é Deus dizendo. Precisamos ser convencidos por Deus! Ou seremos expulsos da presença de Deus pelos homens. Seu pastor, o profeta, sua família, seu amigo, quer saber de uma coisa? Nenhum deles estará diante da sala do trono com você!

Deus não vai perguntar se você obedeceu ao seu pastor, Ele vai perguntar se você obedeceu à Palavra Dele! Veja, não é sobre o que fazemos, nossas obras, é sobre o que o “ELE” nos deu para fazer, isso sim será considerado digno no dia do julgamento. O trabalho de todo homem será julgado, caso seu trabalho tenha sido feito pela convicção do Espirito ou convicção do homem ou por qualquer outro motivo fora de Deus, nascido através do homem em sua carne, será julgado e queimado pelo fogo!

“Todavia, digo-vos a verdade: que vós convém que eu vá, porque, se eu não for, o Consolador não virá a vós; mas, se eu for, enviar-vo-lo-ei.  E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça, e do juízo.” João 16:7-8

Jesus disse que era conveniente, bom, melhor para eles, partir. Por quê? Não seria melhor ter Jesus em carne? Não, a parte interior de um homem é a parte mais profunda. Jesus estava essencialmente dizendo a eles: "É melhor para vocês que Eu vá, porque Eu mesmo voltarei, mas quando Eu voltar, voltarei em espírito". Eu enviarei Meu corpo espiritual. O ajudante, o Espírito Santo, minha parte mais profunda! Agora você não vai mais questionar tudo o que ouviu e viu nos últimos 3 anos de minha passagem na Terra, mas Eu vou morar em vocês agora! Eu vou mostra-los todas as coisas! Vou convencê-los de todas as coisas!”  O Espirito Dele está aqui! Ele diz que Seu Espirito nos guiará a toda a verdade! Ele confortará, convencerá, capacitará, fará todas as coisas necessárias para vivermos a Sua vida e a Sua santidade. 

Submeta-se a Ele, submeta-se ao Espírito de Deus, e você terá vida, terá a verdadeira convicção que não conduz à tristeza do mundo, mas que conduz ao verdadeiro arrependimento. Deus, hoje pedimos a verdadeira convicção, não o jugo e o fardo que o homem nos impõe, mas o jugo leve e suave. Até Jesus encontrou alguém que O ajudasse a carregar Sua cruz e, Você, Espírito Santo, vai me ajudar a carregar a minha e me mostrar o caminho.

Por- Joe Pinto

MENSAGEM COMPLETA: https://youtu.be/iU54VTwTq5g 


Comments (0)


Add a Comment





Allowed tags: <b><i><br>Add a new comment: